Acontece na APUBH

46 entidades científicas participam da Marcha pela Ciência no Congresso

APUBH foi uma das entidades participantes

 

No dia 02 de outubro, primeiro dia da greve nacional da educação, 46 entidades científicas, acadêmicas, associações e sindicatos ligados à educação participaram da Marcha pela Ciência no Congresso Nacional. Convocadas pela Iniciativa para Ciência e Tecnologia no Parlamento (ICTP.br), segundo a SBPC, “o objetivo da Marcha foi de sensibilizar os parlamentares para a alteração da proposta de Orçamento Geral da União para o ano que vem (PLOA 2020) enviada pelo governo, que traz cortes gravíssimos para a educação e a ciência”.

Conforme deliberação na Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 26 de setembro, o APUBH enviou representantes da UFMG para a Marcha. A atividade foi precedida de visitas aos parlamentares da Câmara e do Senado, principalmente, aos líderes dos partidos e membros da Comissão Mista de Orçamento (CMO) e entrega de uma carta da ICTP.br.  De acordo com Andrea Macedo, professora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB-UFMG), a maioria dos parlamentares mostrou-se sensível às reivindicações, porém, as comunidades científicas e universitárias precisam trabalhar continuamente no Congresso.

De acordo com a professora Andrea chamou a atenção de todos a questão dos cortes, tais como o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC e do CNPq. No primeiro caso, o corte é de 32% em relação à Lei do Orçamento Anual (LOA) de 2019 e representa 1/3 do orçamento de uma década atrás. No caso do CNPq, a redução das verbas para fomento à pesquisa é ainda mais drástica e será equivalente a 88%, se comparado ao orçamento de 2019. “Esse corte praticamente fecha com o CNPq. Há inclusive uma proposta discutida pela base do governo para acabar com o CNPQ e fundir uma de suas funções com a CAPES”, disse a professora.

O documento entregue aos parlamentares ainda menciona os cortes orçamentários da Capes e denuncia a crescente redução de recursos para as universidades públicas.  Confira a íntegra da carta que contém ainda as propostas da Iniciativa para Ciência e Tecnologia no Parlamento (ICTP.br) para recomposição do orçamento do MCTI para 2020: Carta da Iniciativa para a CT no Parlamento sobre o Orçamento 2020 para Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I)