Notícias

Em defesa dos 25% do Fundo Social do Pré-sal para a Ciência & Tecnologia

A SBPC encaminhou moção, votada e aprovada em julho na Assembleia Geral Ordinária dos Sócios da entidade, à Presidência da República, Câmara de Deputados, Senado Federal, Ministério da Educação, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações,  Conselho Nacional de Educação e Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) encaminhou na última quinta-feira, 9 de agosto, a moção em defesa dos 25% do Fundo Social do Pré-sal para a Ciência & Tecnologia à Presidência da República, à Câmara de Deputados, ao Senado Federal, aos Ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações,  ao Conselho Nacional de Educação e ao Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia. O documento foi votado e aprovado na Assembleia Geral Ordinária de Sócios da SBPC, que aconteceu no dia 26 de julho, durante sua 70ª Reunião Anual, realizada na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em Maceió.

Na moção, a SBPC defende que a garantia de recursos mínimos do pré-sal joga luz no atual horizonte obscuro da nossa ciência, e garante que o Brasil tome para si os ganhos da exploração dessa riqueza para reverter em um projeto de desenvolvimento nacional. “É possível reverter esses ganhos em um projeto de desenvolvimento nacional que traga soberania e independência tecnológica, construindo, assim, um caminho de mitigação das desigualdades sociais que assolam a dignidade de nosso povo. O pré-sal pode ser um dos pavimentos na retomada do caminho que coloque a Ciência e Tecnologia no exercício de seu papel social de contribuir com recursos humanos qualificados e conhecimento para a saída da crise financeira, avanço e desenvolvimento do Brasil”, argumenta.

 

Confira a moção na íntegra aqui.

 

Fonte: Jornal da Ciência