Acontece no APUBH

Docentes compartilharam arte, ideias e sentimentos em Sarau Online

‘O aposentar em tempos de pandemia’ foi o tema do encontro digital, promovido por meio da parceria entre o NADi/APUBH, o Grupo Aposentar e a OAP/UFMG.

Um momento de alegria em meio ao caos da pandemia, revelando talentos e emoções. Assim foi o Sarau Online, promovido na tarde da última terça-feira (08/06), por meio da parceria entre o Núcleo de Acolhimento e Diálogo (NADi/APUBH), o Grupo Aposentar e a Organização Dos Aposentados e Pensionistas ‏‏da UFMG (OAP). O encontro digital teve como tema “O aposentar em tempos de pandemia”, contando com a participação de docentes aposentados e da ativa.

De acordo com os organizadores do sarau, o objetivo foi o rompimento dos espaços tradicionais de reuniões e tarefas online cotidianas dos educadores e educadoras, tentando criar um espaço de acolhimento, conforto e compartilhamento de arte, ideias e sentimentos. O encontro contou com intervenções artísticas e culturais, realizadas pelos próprios docentes presentes no evento, como apresentações musicais, recitação de poemas de autorias próprias dos docentes, textos provocativos sobre o momento de pandemia, crônicas instigantes sobre o cotidiano e muitos risos. Os participantes também conversaram sobre a necessidade de expressar os sentimentos, da alegria na luta e também dos lutos nesse momento tão delicado e difícil.

“Nós entendemos que, além da luta que é necessária e indispensável nesse momento, tendo de resistir a um governo que é inimigo dos professores, dos servidores e do povo, nós precisamos também acalentar a nossa alma”, definiu a presidenta do APUBH UFMG+, professora Maria Rosaria Barbato. A professora ressaltou ainda a relevância de desenvolver formas de aproximação e acolhimento com os docentes aposentados da universidade. Nesse sentido, ela reforçou a importância da parceria entre o sindicato, o Grupo Aposentar e a OAP para a realização de ações voltadas para essa parcela da categoria, tão numerosa e significativa no APUBH UFMG+.  Ela relembrou ainda que o tema já havia sido debatido com o professor Tomaz Aroldo da Mota Santos, ex-reitor da UFMG e então presidente da OAP, que faleceu no ano passado.