Debate sobre a Crise da Democracia no Brasil e no mundo.

De acordo com os organizadores, o foco é discutir os principais desafios e perspectivas do contexto democrático atual.

Projeto República/UFMG convida
 
No próximo dia 11 de fevereiro, o auditório Paulo Camillo do BDMG receberá um importante debate sobre a crise da democracia no Brasil e no mundo. Com a participação de Boaventura de Sousa Santos (Centro de Estudos Sociais/Universidade de Coimbra), Heloisa Starling (UFMG) e Leonardo Avritzer (UFMG) a mesa terá como foco central discutir os principais desafios e perspectivas do contexto democrático atual, em especial o contexto brasileiro, que vive sob uma forte crise política desde 2013.
 
O evento também vai marcar o lançamento do livro Pensando a Democracia, a República e o Estado de Direito no Brasil, uma compilação das discussões feitas nos eventos do Ciclo de Debates com o mesmo nome, que ocorreu durante os anos de 2017 e 2018. O projeto foi fruto da parceria entre BDMG Cultural, Projeto República (UFMG) e Projeto Democracia Participativa (UFMG).
 
O debate será realizado às 16h no auditório Paulo Camillo do BDMG.
 
Sobre os participantes
Boaventura de Sousa Santos
Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e Distinguished Legal Scholar da Faculdade de Direito da Universidade de Wisconsin-Madison e Global Legal Scholar da Universidade de Warwick. É diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e Coordenador Científico do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa. Também dirige o projeto de investigação ALICE - Espelhos estranhos, lições imprevistas: definindo para a Europa um novo modo de partilhar as experiências do mundo. Publicou, entre outras obras: As vozes do mundo (2009); Pela mão de Alice. O social e o político na pós-modernidade (2013); A difícil democracia (2016); O fim do Império Cognitivo (2018);
 
Heloisa Starling
Heloisa Starling é professora titular livre do Departamento de História da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e coordenadora do Projeto República: núcleo de pesquisa, documentação e memória. É autora, entre outros, de "Os senhores das gerais" (1986), "Lembranças do Brasil" (1999), "Brasil: uma biografia" (2015), com Lilia Moritz Schwarcz, e "Ser republicano no Brasil colônia: a história de uma tradição esquecida" (2018).
 
Leonardo Avritzer
Professor titular do departamento de Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais e coordenador do INCT – Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação. Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas
Gerais (1983), mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (1987), doutorado em Sociologia Política pela New School for Social Research (1993) e pós-doutorado pelo Massachusetts Institute of Technology (1998-1999) e (2003). Publicou, entre outras obras: Experiências Nacionais de Participação Social (2002); Impasses da Democracia no Brasil (2013) e The Two Faces of Institutional Innovation (2017).

 

Fonte: Release Projeto República: núcleo de pesquisa, documentação e memória/UFMG

post anterior próximo post Voltar para listagem