Conferência Livre vai formular propostas para o fortalecimento do SUS

Evento, que será realizado nesta quarta, na Faculdade de Medicina, é preparatório para a Conferência Nacional de Saúde

Fortalecer o processo de gestão democrática do Sistema Único de Saúde (SUS) é uma meta perseguida permanentemente pelas conferências nacionais de saúde. Neste ano, a 16ª edição da Conferência será realizada em agosto, em Brasília, e há a expectativa de que será o maior evento de participação social no Brasil no âmbito das políticas públicas de saúde. Em Belo Horizonte, haverá uma discussão prévia durante a Conferência Livre, que ocorrerá nesta quarta-feira, dia 10, na Faculdade de Medicina, no campus Saúde. 

Com o tema Saúde e educação, o evento na Medicina está estruturado nos eixos Saúde como direito, Consolidação do SUS e Financiamento do SUS. Suas discussões deverão resultar em três propostas em âmbito estadual e uma para o plano nacional em cada eixo. Segundo a professora Cristina Alvim, da Faculdade de Medicina, o SUS vem tendo seus princípios e diretrizes atacados por forças que buscam uma contratação social para esse direito em moldes anteriores à Constituição de 1988. “Defender o SUS significa defender ações e serviços de saúde para a totalidade da população brasileira. Para mais de 75% da população, o SUS é a única opção de assistência à saúde", sustenta a professora Cristina Alvim.

A professora Lívia de Souza, da Escola de Enfermagem, que faz parte da Comissão Organizadora juntamente com a colega Kátia Ferreira, enfatizou a importância de reavivar a memória, renovar as reflexões e compreender os movimentos que hoje orientam o pensamento da organização da atenção à saúde no país. Reunião preparatória para a Conferência Livre será realizada na véspera do evento, dia 9, às 14h, no pilotis da Escola de Enfermagem.

A Conferência Livre terá início às 13h, no salão nobre da Faculdade de Medicina. As inscrições poderão ser feitas no local.

Representação
De acordo com a professora Cristina Alvim, as conferências nacionais de saúde, realizadas a cada quatro anos, são convocadas pelo Poder Executivo ou, extraordinariamente, pelo Conselho Nacional de Saúde. Com representantes de vários segmentos sociais, as conferências têm o objetivo de construir diretrizes para formulação de políticas públicas de saúde.

Em sua 16ª edição, a Conferência Nacional de Saúde terá como tema Democracia e saúde: saúde como direito e consolidação e financiamento do SUS e será realizada em Brasília, de 4 a 7 de agosto.

 

Com Assessoria de Comunicação da Escola de Enfermagem

 

Fonte: UFMG 

post anterior próximo post Voltar para listagem