Comissão que conduzirá processo eleitoral na UFMG inicia trabalhos nesta semana

Conforme prevê o regulamento do processo de consulta à comunidade, aprovado pelo Conselho Universitário, no último dia 22, as candidaturas deverão ser oficializadas de 4 a 11 de setembro.

Comissão que conduzirá processo eleitoral Encarregada de operacionalizar o processo de consulta à comunidade para a escolha do futuro Reitorado, a Comissão Eleitoral da UFMG reuniu-se pela primeira vez nesta segunda-feira, 28. Seus integrantes ratificaram o período para a inscrição das chapas. Conforme prevê o regulamento do processo de consulta à comunidade, aprovado pelo Conselho Universitário, no último dia 22, as candidaturas deverão ser oficializadas de 4 a 11 de setembro.

A Comissão vai funcionar na sala 4003, no quarto andar do prédio da Reitoria, no campus Pampulha. Os trabalhos começam nesta quinta-feira, 31, e o horário de funcionamento será das 9h às 17h. Contatos poderão ser realizados pelo telefone 3409-4426 ou pelo e-mail comissaoeleitoral2017@ufmg.br.

Também em conformidade com o regulamento, a comissão indicou o seu presidente e secretário. A presidência será exercida pela professora Efigênia Ferreira e Ferreira, chefe do Departamento de Odontologia Social e Preventiva da Faculdade de Odontologia e presidente da Comissão de Ética do Servidor Publico na UFMG. O secretário é o servidor técnico-administrativo Wellington Marçal de Carvalho, diretor do Sistema de Bibliotecas da Universidade.

A comissão é formada, ainda, pela professora Maria Isabel Antunes Rocha, da Faculdade de Educação, pelo professor Flávio Terrigno Barbeitas, da Escola de Música, e pelo discente Hygor Hernane Telles e Silva, graduando em Ciência da Computação. Os suplentes são os professores Paulo Sérgio Nascimento Lopes, do Instituto de Ciências Agrárias, Adriana França Drummond, da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, e Alexandre Travessoni Gomes Trivisonno, da Faculdade de Direito.

Lista tríplice
A consulta à comunidade universitária subsidia o Colégio Eleitoral na elaboração da lista tríplice para escolha do novo Reitorado. O Colégio é composto pelos representantes dos conselhos Universitário, de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) e de Curadores. O vencedor do pleito encabeça a lista, que, em seguida, será encaminhada ao Ministério da Educação, instância que define o nome do reitor.

Pelo regulamento da consulta, são considerados votantes os servidores dos quadros permanentes de pessoal: magistério superior, ensino básico, técnico e tecnológico e corpo técnico-administrativo em educação que estejam em efetivo exercício. Também votam estudantes de graduação, especialização, residência – incluída a pós-doutoral –, mestrado, doutorado (exceto aqueles com trancamento total de matrícula ou que não tenham se matriculado no segundo período letivo de 2017) e os estudantes maiores de 16 anos da Escola de Educação Básica e Profissional.

 

Fonte: Notícias da UFMG

post anterior próximo post Voltar para listagem