Frente Mineira Popular em Defesa da Previdência Social define ações contra aprovação da Reforma

12 entidades participaram da reunião

Nesta terça-feira, 09 de janeiro, a APUBH participou da reunião da coordenação da Frente Mineira Popular em Defesa da Previdência Social para organização das ações de combate à Reforma da Previdência. Entre os participantes da reunião foi consenso a percepção de que o adiamento da votação da PEC 287 para 2018 significou um enfraquecimento do governo e uma oportunidade para o fortalecimento da luta das entidades de servidores contra a Reforma. 

A votação da PEC está prevista para o dia 19 de fevereiro e para tentar barrá-la a Frente definiu várias ações. Dentre as quais destacam-se: 1) intensificação da cobrança do posicionamento dos parlamentares mineiros sobre a Reforma e publicação do Carômetro em outdoor e panfleto no reduto eleitoral do deputado. A intenção é mostrar que o voto na Reforma, significa a perda do mandato; 2) divulgação de mensagens contra a reforma em rádios comunitárias e convencionais; 3) ações de panfletagem na capital e nos redutos eleitorais dos deputados mineiros; 4) gravação de vídeos para veiculação em mídias sociais; 5) panfletagem nas ruas.

Foi agendado para 24 de janeiro, dia do aposentado, um grande ato público em defesa das aposentadorias e contra a Reforma da Previdência.  As informações serão divulgadas em breve.

 

post anterior Voltar para listagem