Eleições APUBH 2018: Nota de Esclarecimento

Confira o teor da nota.

Nos dias 15 e 16 de maio haverá eleição para a Diretoria e Conselho Fiscal da APUBH - biênio 2018-2020. Duas chapas estão inscritas e esta diretoria tem trabalhado intensa e incansavelmente no sentido de que todos nós, professores e professoras da UFMG,  possamos ter uma disputa absolutamente democrática e transparente.

Neste sentido, todos os dados relativos ao funcionamento da APUBH – estatuto, relatório de atividades, balanço financeiro e regras que envolvem o processo eleitoral – estavam e estão disponíveis  em nossa sede e através do site  www.apubh.org.br.

O estimulo à participação de todos os professores e professoras associados à APUBH neste processo, bem como a transparência de nossas ações, são marcas inquestionáveis da atual gestão, que  deu sequência ao processo de  modernização e agilidade que já vinha sendo empreendido.

Todas as informações estão a um clique de qualquer de nossos associados, isto se  preferirem não vir até a sede da APUBH para receber, pessoalmente,  as informações que solicitarem.

Só quem desconhece o cotidiano e o trabalho da APUBH diz o contrário, demonstrando um grande distanciamento de tudo o que se refere à nossa atuação e à vida sindical. Num processo eleitoral, de uma categoria tão importante em termos de formação da opinião pública para o nosso Estado e para o próprio país como a nossa, não pode haver espaço para  denuncismo vazio e descompromisso com a ética, sob qualquer que seja o pretexto. Denuncismo e falta de ética não podem substituir a seriedade e a serenidade.

A proposta de qualquer chapa cai no vazio se não for acompanhada por atos que a confirmem. Um possível desconhecimento não autoriza quem quer que seja a faltar com a verdade. Razão pela qual esperamos que esta campanha eleitoral transcorra no mais alto nível, como deve ser a missão de todo professor. 

A mentira é falta grave em qualquer ser humano. Em se tratando de professores e de educadores, esta falta se torna gravíssima.

Como ensina Paulo Freire, o patrono da educação brasileira, nós, professores e professoras, precisamos ter o compromisso inarredável com a lisura de nossas palavras e atos.

Num momento tão grave como o que vivemos, esta diretoria não medirá esforços para que não se repita no nosso  ambiente universitário o lamentável denuncismo que tem caracterizado o Brasil e  transformado nosso país  em  motivo de vergonha aos olhos do mundo.

Respeitamos e exigimos respeito aos princípios democráticos que devem nortear toda disputa.

 

Diretoria APUBH

post anterior próximo post Voltar para listagem