Confira na íntegra o discurso de posse da nova presidenta da APUBH

Professora Maria Stella Brandão Goulart agradeceu os apoiadores e abriu as portas da entidade "para uma gestão compartilhada". Assista também ao vídeo com uma mensagem aos filiados.

DISCURSO PARA A CERIMONIA DE POSSE

Prezadas e prezados colegas,

Falarei em primeira pessoa, expressando uma coletividade: a categoria de professores e professoras da UFMG (campi BH, Montes Claros) e de parte da UFSJ - Ouro Branco. Assumo as consequências de minhas palavras, reconhecendo a insuficiência dos discursos, de qualquer natureza.  É preciso agir.

Cumprimento, os colegas que até então compuseram as diretorias da APUBH nestes últimos 40 anos, e suas equipes técnicas, que se comprometeram na edificação da história do nosso sindicato [DIRLENE se estiver lá].

Cumprimento também a diretoria da APUBH do biênio 2016-2018, através do atual presidente, prof. Dalton.

Sinto-me em casa e vejo amigas e amigos, companheiras e companheiros de mobilização e luta, que gostaria de celebrar, em nome do grupo de colegas da diretoria que se empossa hoje, e o faço, simbolicamente, através da pessoa de Cristina del Pappa, que representa os demais colegas sindicalistas, com os quais tanto aprendemos.

Registro o mérito daqueles que não puderam compor a chapa PARTICIPA APUBH, mas se “entregaram” neste processo eleitoral, de corpo e alma, como os professores Mateus, Erica e Glaucinei. São nomes que representam bem estas pessoas fundamentais e queridas entre muitos outros professores e professoras recém ingressos na UFMG ou veteranos, inclusive aqueles que emprestaram sua notória imagem e estímulo ao longo da campanha eleitoral! Sintam-se abraçadas e abraçados afetuosamente! Merecem, também, destaque aqueles estudantes, da graduação e pós graduação, e os colegas técnico administrativos que se disponibilizaram e nos fortaleceram. Vivenciamos um verdadeiro sentimento de solidariedade na relação com pessoas que trouxeram importantes contribuições, integrando seguimentos que ultrapassam os limites da academia, como o fez Sarah Campos, nossa advogada voluntária.

Diante do privilégio do uso da palavra em uma situação tão relevante para a nossa história como professores trabalhadores de Universidades Federais, faço referência e “reverências” ao “Movimento professorxs UFMG em luta”, que foi e ainda é um sustentáculo fundamental, através de uma citação tropicalista que ficou imortalizada na voz aguda e clara de Gal.

“É preciso estar atento e forte (...)

Tudo é perigoso

Tudo é divino maravilhoso”

Gil e Caetano, neste poema canção, ainda eram jovens artistas em 1968 (ano do famigerado AI5). Pouco tempo depois enfrentariam as consequências de sua coragem: um sofrido exílio. Mas retornaram e construíram revoluções culturais... persistência.

E agora, 50 anos depois, cabe a nós reconhecer estas e tantas outras férteis sementes e sustentar o refrão, que se traduz, localmente, no desejo de todas, todos, de participação política e sindical – termos indissociáveis.

Cito uma passagem do texto do nosso material de campanha, construído a muitas mãos, que expressa a concepção política desta Diretoria que hoje inicia sua gestão fertilizadora:

“Compartilhar, comunicar e decidir, especialmente através do diálogo real, face a face, interativo, sem medo das contradições e das divergências” que nos tencionam. É preciso estarmos atentos, ATENTAS, e fortes:

  • pela defesa das universidades públicas, gratuitas, inclusivas e de qualidade;

  • na construção permanente de um sindicato ativo, participativo, mobilizador e vinculado às pautas de luta por democracia e contra a vilania golpista;

  • pelo reconhecimento crítico de nossa efetiva condição e situação como professores – sujeitos individuais e coletivos, desejantes;

  • na defesa de nossos direitos trabalhistas e dos direitos sociais e humanos.

O sindicato APUBH, sob nova direção, renovadora, enfrentará muitos desafios internos e externos, a partir do dia 01 de junho de 2018, quando efetivamente OCUPAREMOS a APUBH: de certa forma, não se trata de tomar POSSE. Não há nada a ser possuído e sim a ser compartilhado!

Em nome das Diretorias Executiva e Setoriais, do Conselho Consultivo e dos representantes de unidades, aos quais tenho a honra de instituir nesta OCUPAÇÃO compartilhada; AGRADEÇO, abrindo, simbolicamente, as portas desta entidade para uma gestão compartilhada, tanto para colegas que confiaram e confiam em nossa potência política, quanto para aqueles que ainda não nos conhecem; ou seja, para todas e todos que integram as universidades federais de Belo Horizonte, Montes Claros e Ouro Branco. Confiem e filiem-se.

Retomo a canção:

“Atenção, precisa ter olhos firmes,

Pra este sol, para esta escuridão...

Atenção!

Atenção para o refrão:

É preciso estar atenta e forte

Não temos tempo de temer a morte.

Atenção para a estrofe e pro refrão,

Pro palavrão, para a palavras de ordem”

Que se multiplicam, ou renascem, nestes tempos tão amargos...

Fora Temer!

Contra o avanço do neoliberalismo!

Abaixo a repressão!

Marielle Presente!

 

Clique no link abaixo e confira a mensagem da nova presidenta para os filiados. 

 

lista de links

post anterior próximo post Voltar para listagem