Carta de Agradecimento da Diretoria da Apubh (Gestão 2016 - 2018) aos professores e professoras da UFMG

No documento, diretores expressam sentimento ao deixar a gestão do sindicato e manifestam seu desejo para o futuro do sindicato.

Nós, da Diretoria que se despede, pedimos um minuto de sua atenção na leitura dessa despedida.

Nos dias 15 e 16 de maio de 2018, os professores da UFMG escolheram a Diretoria da APUBH para o biênio 2018-2020.  Na oportunidade, esperamos que o trabalho das gestões anteriores siga em frente:

- No enfrentamento, com clareza, da disputa entre o projeto neoliberal que quer extinguir por escassez de investimentos a Universidade – pública, gratuita, laica e inclusiva - para colocar em seu lugar um projeto que produza conhecimento para poucos e a serviço de poucos.

- Na reconstrução de um projeto democrático e inclusivo para o Brasil, na defesa da Constituição, da Democracia e do Estado de Direito.

- Na não partidarização da entidade e no respeito às posições políticas dos professores e à diversidade da Universidade.

- Nas negociações politicamente responsáveis dos interesses da categoria, sem perder de vista os interesses maiores do povo brasileiro.

- Na certeza da Autonomia do Sindicato perante a Administração Universitária, Estado, Governos e partidos políticos.

- No não retorno à Andes – entidade aparelhada, sectária e partidarizada, que não se constrange em usar o Movimento Docente e suas lutas para alimentar uma estratégia político-partidária irresponsável e atrasada. É o bastante lembrar a condução das greves-pautas desfocadas e movimentos infindáveis, sem qualquer responsabilidade nas negociações, jogando a categoria no caos do desânimo e da desesperança.  E deve ser lembrado que, para retorno à Andes, é necessário a extinção da APUBH enquanto Sindicato.

- Na luta não panfletária e de alardes, e sim um trabalho continuado, árduo e inclusivo, agregando e abrindo caminhos. E valorizando o professor no seu dia-a-dia, na sua luta incansável pela qualidade do seu trabalho.

- Na defesa do nosso SUS, o maior programa de saúde pública do mundo.

- No resgate dos Hospitais Universitários enquanto instituições de ensino, mantendo as bandeiras da extensão e da pesquisa, através de verbas públicas descentes para seu funcionamento com qualidade.

- Na participação, articulada com outras entidades sindicais e com os movimentos sociais em geral, em manifestações, debates e eventos de denúncias dos desmandos do atual Governo Federal - em particular contra a aprovação da Reforma da Previdência - convocando os professores para essas lutas.

- Na manutenção e ampliação do Portal da Transparência, criado pela Gestão 2016-2018, cartão-postal da seriedade e transparência das questões financeiras da entidade.

- No combate a qualquer forma de discriminação, nos locais de trabalho ou na sociedade em geral.

- Na manutenção dos eventos culturais e de lazer - em particular o nosso amado Baile dos Professores – e só quem nunca o freqüentou pode pensar em extingui-lo.

- Na ampliação dos convênios e parcerias, que trazem benefícios de ordem financeira para categoria, sem ônus para a entidade.

- Na manutenção e ampliação do atendimento jurídico à categoria.

- Na manutenção do Tesourômetro e na inauguração do monumento “Universidade–Autonomia e Liberdade”, pensado e construído por nossa gestão, para demonstrar a indignação aos ataques sofridos pelas Universidades brasileiras, como símbolos da luta dos professores da UFMG.

- Na continuidade dos meios de comunicação da APUBH como o Jornal e a Revista Caminhos.

Finalmente, queremos homenagear os docentes aposentados, para os quais essa Diretoria criou o CP-PAS (Comitê Permanente Preventivo de Abusos Salariais), para lembrar que sua luta é digna de respeito e deve receber todo o incentivo do Sindicato.

E queremos agradecer a todos que trabalharam conosco, através de prestação variada de serviços, e particularmente aos funcionários, companheiros de nossa luta.

Com muito pesar, homenageamos os Professores Dalmir Francisco e Elias Antônio Jorge, que não estão mais conosco, mas que deixaram para sempre sua marca de sabedoria.

Nós, que deixamos agora a Diretoria, nos manteremos na luta. Com a APUBH de todos e para todos. Gostaríamos de vislumbrar um futuro imediato alvissareiro, mas o inverno parece que vai ser rigoroso. Nós estamos de pé. Junto com o povo brasileiro, na luta. Como diz o poeta Chico Buarque,

“... amanhã vai ser outro dia....”

 

Saudações sindicais.

E até breve.     

 

Diretoria da APUBH

Gestão 2016 - 2018

post anterior próximo post Voltar para listagem